sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Viagem



O sono é uma viagem noturna:
o corpo horizontal no escuro
e no silêncio do trem, avança,
imperceptivelmente avança… Apenas o
relógio picota a passagem do tempo.
Sonha a alma deitada no seu ataúde:
lá longe
lá fora
no fundo do túnel,
há uma estação de chegada
(anunciam-na os galos agora)
há uma estação de chegada com a sua tabuleta ainda
toda orvalhada…
Há uma estação chamada…
AURORA!


Mário Quintana

2 comentários:

audrey disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
audrey disse...

E que venha a Aurora!!!!!!

Arquivo do blog